Laia Gaiata

Contatos: +55 71 9915-85224 | +55 71 9998-24680 laiagaiatta@gmail.com

ESCUTE:

VAIA

Vaia é o primeiro EP do trio soteropolitano Laia Gaiatta. O trabalho é um retrato do que foi desenvolvido em 3 anos de grupo. Muito laboratório, pesquisa, troca de referências, os arranjos foram se construindo lentamente assim como a forma de tocá-los.

Vaia apresenta dois blues-rocks: Pátria Mingau e Peixebook (essa última com letra de Maurício Ribeiro) - intercalados pelo samba-anomalia Circo Pobre (em parceria com Glauber Guimarães).

Esse samba estranho, difícil de dançar, dividindo o EP em dois extremos parecidos, é, na verdade, uma pequena provocação. Desfaz a ideal atmosfera homogênea, cortando e separando o núcleo e recheando-o com uma pasta desforme. Isso é o que analogamente ocorre com as influências pessoais de cada integrante da Laia Gaiatta. e é o que conceitualmente o grupo desenvolve, usando a matéria prima do delta blues para transfigurações diversas. Vaia será lançado em 12 de novembro de 2016, na Tropos.

RELEASE

Formado em junho de 2013, a Laia Gaiatta é um trio de blues e artrock experimental que busca explorar e expandir os limites da canção popular através de colagens, arranjos caricatos, letras beirando o non-sense, uso da tecnologia e estranhas fórmulas de compasso.

Integram o grupo: Uru Pereira no fagote; Antenor Cardoso na percussão e synth; e Heitor Dantas na guitarra, gaita, kazoo e voz. Os três passaram pela Escola de Música da UFBA, tendo Antenor Cardoso se graduado como Bacharel em Percussão.

Inicialmente pensada para ser a anfitriã do evento multi-artístico Dominicaos, a Laia Gaiatta pode, no período de um ano, se apresentar com diversos artistas da cena baiana e nacional, tais como: Mariella Santiago, Jorge Solovera, Enio, Folha de arrudA (SP), Tratak (SC), e Manu Maltez (SP).

A partir de 2014, passou a fazer shows em teatros e casas de show de Salvador, entre os quais se destacam: a noite na Praça Pedro Archanjo no Pelourinho comemorando o dia nacional do rock; o encerramento do encontro de audiovisual NordesteLab; e a participação em duas edições do evento de música autoral Quanto Vale o Show?.

Com a cantora Fao Miranda, ainda se apresentaram na Casa Preta (Salvador/BA); no encerramento da Terceira Bienal de Arte da Bahia; e em novembro de 2014 fizeram uma temporada de 3 shows no Teatro Gamboa Nova (Salvador/BA).

Em outubro de 2016 realizaram a temporada O Tal do Autoral Vol. 1, às sextas no Coaty sempre com um convidado para dividir a noite. Os nomes escolhidos foram: Lívia Nery, Tropical Selvagem, Enio e Toco Y Me Voy.

O próximo passo é participar do Festival Lado BA e depois seguir para o Rio de Janeiro e São Paulo.

Depois de lançar virtualmente pelo Sê-lo! Netlabel seu primeiro EP, intitulado Vaia, no dia 19 de novembro de 2016, o grupo viajou para o sudeste brasileiro onde fez um show no Rio de Janeiro (na Audio Rebel) e 4 shows em São Paulo (Secretinho, Sensorial Discos, Disjuntor e Centro Cultural Butantã).

O EP teve obeve boa resposta da imprensa especializada, sendo citado por sites como Som do Som, Pacóvios, Outro Indie e Hominis Canidae.

Agora o trio segue apresentando o show Vaia em Salvador, com possibilidade de passagens pelo interior da Bahia e capitais do Nordeste. Também se prepara para a gravação do primeiro disco com previsão de lançamento ainda em 2017.